Não tenho um piano em casa. E agora? Como posso aprender?

tocando piano alegre na praça pública

Não tenho um piano em casa. E agora? Como posso aprender?

 

Nem sempre é possível ter um piano em casa, seja pelo espaço reduzido ou pelo preço alto que um piano costuma custar.

E agora? É possível aprender piano mesmo sem ter um piano em casa?

Existem algumas alternativas e hoje falaremos um pouco sobre elas. Confira abaixo!

 

  1. Alugando o instrumento

É possível alugar um piano. Existem lojas especializadas nesse tipo de serviço. Caso você queira ter um piano em casa para praticar, poderá alugar o instrumento, mas geralmente é preciso pagar além do aluguel a manutenção do piano e alguém para afinar o instrumento.

O preço varia muito de acordo com a loja ou com a região do país. É preciso fazer uma boa busca na internet antes de alugar um piano. O preço também varia de acordo com o tempo de vida do instrumento, da marca e do modelo.

 

  1. Comprar um piano digital

Apesar de não ter o mesmo som de um piano acústico, você pode aprender piano através de um piano digital que possui um custo bem diminuto em relação ao piano acústico. É possível encontrar por até menos de R$2.000!

Apesar de não ter um som e um timbre iguais aos do piano acústico, possui o mesmo número de teclas e a mesma disposição, além de ser possível gravar as músicas que você está praticando.

E se você quer de verdade saber:

O melhor curso de piano, este é um site que indico, o comotocarpiano.com.br.

Além de ser leve e portátil, é possível também utilizar fones de ouvido. Então, não precisa se preocupar se o som alto irá incomodar alguém. Antes de comprar um piano digital, você precisa ter em mente que o som é diferente do piano acústico e nunca vai ser a mesma coisa.

E nem sempre a sensibilidade das teclas é tão boa quanto a de um piano acústico. Mas, se você não tem muito dinheiro para investir em um acústico, é uma excelente opção, muito melhor inclusive do que comprar um teclado.

 

  1. Utilizar pianos de escolas

Uma terceira alternativa é usar o dinheiro que seria usado para comprar um piano e investir em aulas em uma escola de música, onde você terá acesso ao instrumento. Nesse caso, você precisaria abrir mão de tentar aprender por contra própria em casa.

Vale à pena fazer o investimento, já que você terá total acesso ao instrumento, além de praticar em um lugar especializado e preparado para isso. Sem contar, é claro, que terá o apoio e o direcionamento de um professor.

 

  1. Utilizar um teclado

Usar um teclado não é a melhor alternativa, porque além de a sonoridade e o timbre serem diferentes, bem como o modo de tocar, as teclas também mudam. Mas, se você estiver tendo aulas de piano, é mais fácil praticar em um teclado do que se estivesse praticando em um piano tendo aulas de teclado.

Porém, existem algumas vantagens, como, por exemplo, o uso de métodos mais atuais que fogem daquele método tradicional utilizado para o piano, o que torna o instrumento mais versátil, facilitando o aprendizado tanto no teclado quanto no piano.

Outra alternativa para aprender a tocar piano sem ter um piano em casa é alugar um estúdio que disponibilize esse e outros instrumentos. Só que tenha em mente que essa é uma das alternativas mais caras depois de comprar o piano. Alugar um estúdio para utilizar o instrumento e os equipamentos é bem mais caro do que pagar para uma escola de música!

Não tenho um piano em casa. E agora? Como posso aprender?

Essas são algumas alternativas para quem não possui piano em casa e gostaria de praticar mesmo assim. Se você já teve alguma experiência ou tem alguma dica para compartilhar, deixe o seu comentário abaixo e não se esqueça de compartilhar esse artigo em suas redes sociais! Até o próximo post!

Dá Para Tocar Piano Sem Ler Partitura? Me Ensina Então!

Clave de Sol

Dá para tocar piano sem ler partitura?

Aprender a ler partitura não é algo muito fácil. E, geralmente, quando a pessoa começa a aprender a teoria, começa a aprender a ler partitura paralelamente.

Porém, nem sempre isso acontece…

Em alguns casos, a pessoa pode aprender a teoria bem, saber tocar ainda melhor, mas não saber ler uma partitura.

E aí? Dá para aprender a tocar bem piano sem ler partitura?

A resposta é sim!

Você já ouviu falar em músicos como Herbert Viana, ou Stevie Wonder? Herbert, integrante da banda Paralamas do Sucesso, não sabe ler partitura. Stevie Wonder, por ter uma deficiência visual, não pode ler e mesmo assim toca maravilhosamente bem.

Esse é o famoso “tocar de ouvido”. Você já ouviu essa expressão antes? Conhecendo ou não, vamos explicar como você pode começar a tocar mesmo sem aprender a ler partitura!

 

Tocando de ouvido

A primeira etapa é escolher uma música de seu gosto, uma música que você realmente tenha vontade de aprender e que conheça muito bem, que saiba diferenciar cada nota e tom.

A segunda coisa é focar somente nessa música. Evite ficar tentando tocar diferentes músicas pela metade, porque além de não conseguir tirar uma música inteira e não aprender de verdade, não conseguirá lidar com muita informação ao mesmo tempo logo no início.

A terceira coisa é procurar no YouTube a música que você deseja tocar. Veja se já existe algum tutorial ensinando como tocar o ritmo e quais teclas devem ser tocadas de acordo com a partitura.

Agora, para fins práticos, vamos dar uma dica de como você pode modelar um teclado em um papel para não se esquecer das notas e de como tocar os acordes.

 

Pegue um lápis e papel

Faça um desenho, mesmo que simples, de uma representação de um teclado ou piano com as 88 teclas. Você pode pegar a imagem pronta na internet, mesmo.

Sem seguida, pegue uma régua e trace com o lápis linhas verticais partindo da divisa entre uma tecla e outra. Faça isso com todas as teclas, e em seguida trace linhas horizontais de modo que caibam dois números, um em cima do outro em cada quadrado que o encontro das linhas irá formar.

Imagine que a sequência de uma música seja composta pelas notas Dó-Ré-Fá-Fá-Lá

Bem, você deve agora anotar o número correspondente à nota em cada quadrado correspondente, logo abaixo da tecla, de acordo com o tom. Sugerimos que você fizesse quadradinhos que coubessem pelo menos duas notas para que você possa repetir uma nota, como o caso da nota Fá.

Não se esqueça de que quando uma nota for sustenida significa que ela está meio tom abaixo da nota, e quando for bemol estará meio tom acima. Os acidentes devem ficar bem na linha da divisória.

E dessa maneira você poderá ir repetindo as notas, escrevendo-as de acordo como ela é tocada no vídeo que você assistir. Isso é basicamente montar uma cifra, a diferença é que ao mesmo tempo em que você pratica escrever, também irá aprendendo algumas coisas, mesmo que não perceba, como escalas, compassos, acidentes musicais e como sinalizar em uma partitura, etc.

Isso não irá ajudar você a aprender a ler partituras, mas é um começo para quem ainda não domina muito bem a teoria. Você pode ir anotando na sua tabela até onde couberem as notas, e em seguida continuar em uma linha abaixo (ou um conjunto de cinco linhas, denominado pentagrama na partitura).

Esse não é o método ideal para que você possa estudar música, mas dará uma noção mais básica sobre compasso e harmonia musical. Aos poucos, o ideal é que você comece a migrar para os acordes e então finalmente para a partitura!

Gostou do método de como tocar piano sem saber ler partitura? Deixe a sua curtida abaixo e não se esqueça de compartilhar o artigo em suas redes sociais! Até logo e bom treino!

5 Dicas Para Começar a Aprender Piano Hoje Mesmo!

Aprender a tocar piano

5 dicas para começar a aprender piano

Aprender a tocar piano não é a tarefa mais simples do mundo, mas também não chega a ser impossível, por mais que você não tenha um professor.

Tendo um piano ou um teclado em mãos, é possível encontrar bastante material gratuito em blogs ou canais de vídeo como o YouTube. Se você quer aprender a tocar piano, basta um pouco de dedicação e treino!

Para tanto, hoje daremos cinco dicas interessantes para que você possa começar a aquecer os dedos e tocar piano de verdade. Vamos começar?

Aprenda primeiramente o mais básico

O piano é composto por um total de 88 teclas, sendo que há teclas brancas e pretas. As teclas brancas recebem o nome de naturais devido à sonoridade de cada tecla.

Já as teclas pretas são denominadas acidentes, uma vez que os sons não são naturais, e sim sustenidos ou bemóis. Isso parece grego para você?

Não se preocupe, vamos explicar!

Uma nota sustenida é um acidente. Ela é indicada pelo sinal # que precede a nota em uma partitura. Isso significa que a nota deve ser elevada em um semitom.

Já o bemol também é um acidente, e determina que a nota deva ser baixada em meio tom. O sinal lembra uma letra “b” e fica do lado esquerdo da nota. Enquanto um sinal de bequadro não aparecer em outra nota, o compasso todo deve ser mantido meio tom abaixo. Quando o bequadro aparece, as notas tornam a ser naturais.

Use o material disponível na internet ou em lojas de instrumentos musicais

 

Se você quer aprender a tocar piano e não tem como frequentar uma escola de música, não se desespere.

 

Há diversos materiais como vídeos e livros que podem ser encontrados na internet ou mesmo em lojas de instrumentos musicais.

 

Muitos desses livros irão ajudar você a compreender melhor a teoria básica, indo desde as escalas básicas até as músicas mais simples que você poderá começar a tocar sozinho.

 

Se você não gosta de ler ou se aprende melhor visualizando, então procure no YouTube materiais que ensinam a tocar piano. Existem diversos canais que oferecem um conteúdo muito interessante que não só ensina a prática como também a teoria.

 

Sem prática não dá

 

O piano possui 88 teclas. Se você quer aprender a tocar piano, comece então a aprender onde cada nota se localiza.

 

Como isso pode ser um pouco confuso no início, comece estudando a posição de cada tecla antes de estudar os acordes.

 

Se ajudar, cole um pequeno adesivo em cada tecla indicando qual é a nota em questão, tanto com as notas naturais quanto as bemóis.

 

Aprenda a tocar escalas antes de começar com as músicas

 

Para que você possa se familiarizar com as teclas, notas naturais e bemóis, comece a tocar escalas antes de partir para as músicas propriamente ditas.

 

As escalas não só darão uma boa base teórica como farão você entender melhor como funciona um compasso e como começar a tocar as músicas mais simples, além de também ajudar você a migrar dos acordes para a leitura de partitura.

Pratique mais

 

O piano não é um instrumento fácil de ser tocado. Portanto, pratique pelo menos de 3 a 4 vezes por semana, pelo menos uma hora por dia.

 

Comece a tocar com partituras mais simples assim que você migrar dos acordes. Treine a velocidade com que consegue apertar as teclas e não deixe de continuar estudando teoria junto com a prática.

 

Não tente acelerar as coisas e pular lições importantes. Siga no passo a passo para que em breve você já esteja apto a tocar músicas mais difíceis!

 

Se você gostou das cinco dicas de hoje sobre como aprender a tocar piano, deixe a sua curtida abaixo e não se esqueça de compartilhar o post! Até breve e bom treino!